14.2.09

_Reproduzo aqui o belo presente que ganhei da Diana, amiga querida, com quem dividi um programa de entrevista – em breve, exibido nas tevês cearenses –, mais uma cesta de frutas, mais Isadora Duncan.

Um pequeno texto que tem no livro O gato por dentro, do William Burroughs:

...então é pra você e pro Wilson.

"O gato branco simboliza a lua prateada que se intromete nos cantos e purifica o céu para o dia seguinte. O gato branco é 'o limpador', ou 'o animal que se limpa', descrito pela palavra em sânscrito Margaras, que significa 'o caçador que segue a trilha; o investigador; o rastreador ágil'. O gato branco é o caçador e o matador, e seu caminho é iluminado pela lua prateada. Todos os lugares e pessoas escondidos nas sombras são revelados sob essa luz suave inexorável. Você não consegue afastar seu gato branco porque seu gato branco é você. Não pode se esconder de seu gato branco, porque seu gato branco se esconde com você." (1986, pág. 39)

_ Notícias d’além mar da Mariana Marques: Mariana lançou seu Transatlântico mar adentro, e até agora estou nele, no convés, mareada, com vertigens de Nassar, observando a paisagem que se forma dentro. O lançamento oficial, no Theatro José de Alencar, eu aviso adiante – batizando com garrafa de champanhe.