15.5.08

Interviewed by Tarco Zan

Quando você começou a escrever e tornou-se escritora?
Comecei criança. Mas não sei se me tornei de fato uma escritora.

Quais os autores brasileiros e estrangeiros que mais te marcaram?
Eu gosto de tantos, até dos ruins. Mas, vou selecionar dois autores que me encantam. Anton Tchekhov e Beatriz Bracher.

Qual a sua opinião sobre a literaura contemporânea no País?
Não tenho opinião. Acho bonito que cada um cultive o seu jardim, mesmo de espinhos.

A cidade onde você mora atualmente é escolha relacionada a tua condição de escritora?
Sim e não. Escreveria em qualquer lugar, mas os textos seriam diferentes.

O que você escreve no seu blog é material para seus livros?
Às vezes.

Em poucas linhas, como é o teu processo de criação?
Intuição e empenho. Sou meticulosa como uma bordadeira.

Você já percebeu algum tipo de resistência em publicarem o que escreve por você ser jovem, mulher e nordestina?
Não. Fujo disso. Não faço a linha "minoria vítima".